Pioner Joalheria e Ótica. Jóias, relógios, óculos de sol e óculos de grau.
NOSSAS LOJAS

ORÇAMENTOS

Ligamos para você

O que é Ambliopia e como identificá-la? Confira agora

mulher olhando para a esquerda
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Já ouviu falar em ambliopia? Esse termo é pouco conhecido, e se refere à uma condição visual em que o paciente não consegue enxergar com clareza. 

Já falamos aqui no blog sobre a importância de observar e monitorar sintomas que podem estar atrelados a problemas visuais. Mas, quando os sintomas não batem com o que você lê por aí, como saber o que está acontecendo? 

Este é o caso de muitas pessoas que possuem ambliopia, também conhecida por “olho preguiçoso”ou até “olhos vagos”. 

Leia também: Problemas visuais: Conheça os 5 mais comuns

Apesar de serem termos peculiares, essa condição não é tão incomum quanto parece, pode ser que alguém próximo ou até você mesmo possua ambliopia. 

Está curioso para saber mais, certo? Fique tranquilo(a)! Vamos explicar tudo sobre ambliopia nesse artigo!

O que é Ambliopia? 

A ambliopia ocular, ou “olho preguiçoso”, é uma doença que consiste na diminuição da capacidade visual ocasionada pela falta de estímulos durante a formação da visão.

Geralmente, a ambliopia surge na primeira infância, ou seja, até os 6 anos de idade, e nada impede de acontecer também na vida adulta.

O cérebro de quem é diagnosticado com essa condição, funciona de uma forma diferente, ele recebe estímulos diferentes de cada olho e, como não consegue uní-las, considera apenas uma delas. 

Por isso, é comum ver crianças utilizando tampões, para “forçar” o olho com menor visibilidade ao enxergar para receber os estímulos corretamente.

As classificações de ambliopia estão diretamente relacionadas às suas causas. Confira na lista que separamos para você

Ambliopia refracional 

Acontece por conta de um erro de refração em um ou nos dois olhos. Normalmente ocorre devido à falta de um diagnóstico precoce, fazendo com que a visão não se desenvolva plenamente

Ambliopia estrabísmica 

O estrabismo é uma condição onde há um desalinhamento no foco dos olhos, com isso,cérebro supre a visão do olho “ruim”, para evitar uma dobra na visão. Esse tipo de ambliopia é mais comum na infância, e pode ser facilmente corrigida  com o diagnóstico precoce.

Ambliopia por privação

A ambliopia por privação geralmente é causada por doenças como catarata congênita, hifema, angiomas palpebrais, entre outras. Ela recebe este nome devido à privação da entrada de luz na retina. 

Além dessas nomenclaturas, também podemos citar a ambliopia tóxica, que é incomum mas pode atingir jovens e adultos que abusam de cigarros e bebidas alcoólicas, por exemplo.

Caso prático: Conheça Ana Clara e Valentina

Nada melhor do que entender na prática, certo? 

Por isso, vamos apresentar aqui a história de Ana Clara e Valentina. As duas nasceram no mesmo dia, e já começaram a receber estímulos visuais de objetos e pessoas ao seu redor. 

Ana Clara desenvolveu normalmente sua visão durante a infância, já Valentina nasceu com estrabismo, condição em que há o desalinhamento ocular. Logo, os pais de Valentina levaram ela a um especialista, e foi possível perceber de forma precoce que ela possuía Ambliopia estrábica. 

O cérebro de Valentina suprimiu a imagem captada pelo olho que tinha desvio, no caso o esquerdo, e fazia com que ela não enxergasse de forma clara.

Ana Clara desenvolveu na fase adulta um grau moderado de astigmatismo, já Valentina tratou de forma precoce a ambliopia através de oclusão e, mais tarde, desenvolveu um grau leve de miopia. 

Esse exemplo serve para que você possa entender que a ambliopia não se enquadra em problemas visuais comuns. Na verdade, ela pode acompanhar outras condições e deve ser tratada individualmente.

Quais são os principais sintomas da Ambliopia?

Entre os sintomas que podemos citar referente à ambliopia, estão: 

– Visão turva;

– Desalinhamento dos olhos;

– Cerrar os olhos para enxergar;

– Dores na região dos olhos.

Ao observar quaisquer um desses sintomas, recomendamos que agende uma consulta com um especialista para entender a causa do seu desconforto.

Formas de tratamento para Ambliopia

Agora que você já sabe o que é ambliopia e como reconhecer os possíveis sintomas, é importante entender os tipos de tratamento para essa condição. 

Primeiro de tudo, a consulta com um oftalmologista é crucial para reconhecer a origem e tipo que se enquadra no seu problema visual. 

Caso o seu tipo de ambliopia seja refrativa, a próxima etapa é iniciar o uso de óculos ou lentes de contato para melhorar a sua visão.

Agora, se você conhece uma criança que pode ter o famoso “olho preguiçoso”, a alternativa mais comum é a oclusão, conforme mencionamos no caso da Valentina, lembra? 

Isso vai fazer com que o olho considerado menos ativo trabalhe para enxergar da forma correta, assim como o outro olho. 

Após isso, pode ser necessário o uso de óculos desde a infância. 

É muito importante escolher uma ótica com produtos de qualidade e tecnologia de ponta.  Entre em contato conosco pelo WhatsApp e tire todas as suas dúvidas sobre o melhor tipo de armação e material para você. 

Continue acompanhando nossos posts:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Pioner Joalheria e Ótica

Pioner Joalheria e Ótica

OUTROS POSTS

Moda

Cores do Inverno

Já faz tempo que o inverno deixou de ser palco exclusivo de tons escuros e sóbrios. Mas como saber em quais cores investir para atualizar o closet?